A importância da educação e do professor é inquestionável e a evolução deles é imprescindível para o avanço do nosso país. Para isso é necessário bastante esforço dos que estão na linha de frente para que os alunos se desenvolvam para conseguirmos também uma educação de ponta. Temos grandes avanços na nossa educação e que podem fazer toda a diferença, um desses avanços é a implementação da tecnologia neste meio.

 

A tecnologia a serviço da sala de aula, ela contribui e ajuda gestores e professores a preparar aulas e acompanhar seus resultados. O Google , por exemplo, disponibiliza ferramentas gratuitas para escolas públicas que permitem criar salas de aula na nuvem, distribuir tarefas, organizar avaliações e medir o desenvolvimento da turma.

 

Softwares de Inteligência Artificial já são parte da rotina de algumas escolas públicas e privadas brasileiras e, à medida que são usados pelos alunos, incorporam informações sobre eles para melhorar processos de aprendizagem.

 

Mas encontramos alguns entraves para a implementação do uso da tecnologia, a infraestrutura é uma delas. Segundo dados do Censo Educacional 2016 tabulados pelo QEdu, 68% das 183,3 mil escolas básicas do Brasil têm internet. A banda larga está disponível em apenas 56% delas.