Utilizar a tecnologia como meio de integração no ambiente escolar pode ajudar muito o aluno. Essa proposta pode ser aplicada por gestores e professores, que devem utilizar ferramentas que estimulem o aprendizado e a inclusão.

 

A tecnologia nos proporciona diversas ferramentas que podem contribuir para diferentes tipos de deficiência de aprendizado. Entre elas estão: o teclado alternativo, os livros e publicações em áudio, planilhas eletrônicas, softwares para reconhecimento de fala, leitores de tela e sintetizadores de voz e a mesa digital.

 

A PlayTable é a primeira mesa digital desenvolvida no Brasil, totalmente interativa e multidisciplinar. Seus jogos e aplicativos são projetados por professores e especialistas em diversas áreas. A tela é de touch screen para facilitar a usabilidade.

Resultado de imagem para playtable mesa digital gif

Por isso, é importante que as ferramentas escolhidas promovam a interação entre as crianças e de forma lúdica contribuam para o seu desenvolvimento. O uso da tecnologia para a educação pode facilitar o desenvolvimento motor e psíquico. Outra sugestão é escolher atividades que aprimorem a criatividade, a paciência e a atenção.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Apesar das novas tecnologias terem grandes benefícios e um papel muito importante no desenvolvimento de crianças com dificuldades de aprendizado ou com alguma deficiência, não podemos deixar de lado outras práticas utilizadas nas escolas como o tradicional desenho com giz de cera, pinturas com tintas e massinha de modelar.