Avaliação e diagnóstico

//Avaliação e diagnóstico

Ao procurarmos no Google sobre avaliações pedagógicas, percebemos que se trata de uma tarefa didática crucial e permanente no trabalho do professor. Pois através da mesma é possível acompanhar todos os passos do processo de ensino e aprendizagem.

Em contrapartida, a avaliação apenas por nota é muito pouco pois:

“A nota em si não reflete o aprendizado de um aluno.”

A avaliação do aprendizado é um trabalho de investigação por parte do professor. Ele precisa averiguar concretamente o que seus aprendizes não sabem.

Esta avaliação pode ser feita através de provas mensais e bimestrais, provas com pesos diferentes, etc. Normalmente são aplicadas pelo sistema de avaliação da escola porém, este método não deve ser considerado o suficiente para mensurar o nível de conhecimento dos alunos.

É preciso inserir algumas estratégias para uma avaliação eficiente e é sobre isso que falaremos a seguir.

Avaliação do aprendizado: Como fazer um bom diagnóstico?

Pense no processo de avaliação como num consultório médico onde o médico averigua as causas da doença, apresenta um diagnóstico, determina o tratamento e depois repete os exames para constatar se o problema foi sanado. Caso o tratamento tenha sido ineficiente a solução está em alterar as doses dos medicamentos ou até mesmo substituí-los.

Saiba mais sobre como a avaliação pode ser usada para ajudar a aprendizagem

A avaliação do aprendizado funciona de forma semelhante baseando-se em três pontos importantes:

  • Avaliar o desempenho através de exames;
  • Identificar as causas das dificuldades;
  • Revisar o conteúdo tirando as dúvidas;
  • Repetir os exames;

Caso não haja melhora nos resultados é necessário alterar a metodologia utilizada em sala de aula ou até mesmo implementá-la por meio de intervenções pedagógicas.

Lei do novo ensino médio

A lei 13.415 de 16/02/17, conhecida como a lei do novo ensino abrange diversas questões na área da educação, promovendo modificações na LDB e CLT, alterando o artigo 35 A da LDB que no parágrafo 7° diz:

“Os conteúdos, as metodologias e as formas de avaliação processual e formativa serão organizados nas redes de ensino por meio de atividades teóricas e práticas, provas orais e escritas, seminários, projetos e atividades on-line.”

A lei tenta garantir que tenhamos uma diversidade tanto na proposta metodológica quanto na avaliação deste aprendizado.

A diversidade é vital entre os métodos de ensino. Cada criança possui uma capacidade distinta de aprender e por isso precisa ser avaliada de maneira diversificada.

“Um exame igual para toda a classe não garante a real investigação do aprendizado de todos.”

Mas você deve estar se perguntando que outras maneiras pode-se dispor para diversificar o ensino?

A resposta é bem simples, basta dividir a explanação de determinada matéria em três etapas:

  • Leitura
  • Discussão
  • Exposição

Após um debate sobre o conteúdo proposto é indispensável deixar claro ao aluno exatamente o que é esperado dele concernente àquele tópico. Quais são as expectativas e objetivos para com os resultados das atividades avaliativas. Sempre conscientizando-o sobre o modo e os requisitos que serão utilizados para avaliá-lo.

“O exame não pode ser um momento de tensão, mas um momento de investigação e verificação.”

O estudante deve estar seguro de que se ele não souber, você estará lá para ensiná-lo novamente.

Sabemos que muitas vezes é preciso seguir um cronograma porém, o tempo gasto na aplicação do conteúdo deve ser coincidente com o tempo investido em verificar se o conteúdo foi absorvido ou não. Assim deve-se recuperar o aprendizado de alguns alunos que não conseguiram alcançar o esperado.

Conclusão

Como já dissemos anteriormente, a nota não é suficiente para medir o nível de aprendizagem.

Exemplo: Imagine que dois alunos alcançaram uma nota semelhante em uma prova porém, um deles errou apenas questões de divisão enquanto o outro acertou todos os problemas de divisão mas errou as questões de multiplicação.

Pode-se concluir que as dificuldades e habilidades de cada indivíduo são distintas e devem ser trabalhadas adequado-se a cada um deles.

Saiba mais sobre Intervenções Pedagógicas

O segredo para obter a excelência do aprendizado é modificar a visão de que é necessário alcançar determinado índice de nota. Priorizando assim o real sentido do conteúdo para os alunos.

“Tenha em mente que a sua missão não se resume em números, mas em cuidar para que os seus alunos aprendam.

E refletir em como este aprendizado pode impactar no futuro dos cidadãos brasileiros.”

Infelizmente o sistema de ensino brasileiro se mantém preso a cronogramas, sendo mais uma das facetas deste sistema: Conteúdos descontextualizados, metodologias inadequadas e avaliações feitas visando exclusivamente um determinado score, esquecendo de ir a fundo na avaliação do aprendizado.

Por isso os objetivos educacionais devem estar claramente definidos e expostos aos estudantes.

E então? Gostou do nosso conteúdo sobre avaliação do aprendizado? Compartilhe nas redes sociais!

By |2019-06-24T21:29:36-03:00junho 24th, 2019|Avaliação|0 Comments